Secretarias

Subprefeituras

Conselhos Municipais

12/01/2018 | 12:06

FAS informa que não houve candidatura de entidades para administrar casas-lar em Caxias do Sul

A Fundação de Assistência Social (FAS) informa que não houve entidades interessadas em administrar as três novas casas-lar do Município. A abertura dos envelopes estava marcada para ocorrer às 14h desta quinta-feira (11/01), na sede administrativa da FAS. Na ocasião, nenhuma empresa apresentou a habilitação e a proposta para gerir os locais, ou seja, o certame se caracterizou deserto. O edital havia sido publicado no dia 04/12 do ano passado.

Na próxima semana, uma equipe da FAS deve se reunir com a presidente, Rosana Santini Menegotto, para definir os próximos passos para a contratação de uma empresa para gerir o serviço.

Casas-lares

Cada casa-lar tem capacidade para atender até oito crianças e adolescentes. Dessa forma, a perspectiva é ampliar a capacidade de acolhimento para 24 vagas, amenizando possíveis superlotações nos abrigos. As casas proporcionam um convívio familiar mais intenso e intensificam a proximidade em função do grupo menor de convivência, trazendo ganhos afetivos, cognitivos e de interação social.

Além das casas-lar, Caxias do Sul também conta com a modalidade de abrigo para atendimento de crianças e adolescentes com vínculo rompido com as famílias. O Município tem atualmente 12 casas-lares e três abrigos de acolhimento.

Assessoria de Imprensa - FAS

voltar
Logo Codeca
Logo FAS
Logo Festa da Uva
Logo IPAM
Logo Farmácia IPAM
Logo SAMAE
Logo Procon
Logo Hemocs