Secretarias

Subprefeituras

Conselhos Municipais

Secretaria da Cultura

A+

A-

Portas e Placas de Bronze

A porta principal tem, na parte superior, a representação pictórica de uma família de imigrantes com seus poucos pertences, voltada a um agente da imigração. Teve como inspiração a figura do desbravador Luiz Antonio Feijó Júnior.

Logo abaixo encontram-se versos extraídos do poema "Exortação" do escritor paulista Cassiano Ricardo ( 1895 - 1974):

"Ó louro imigrante
que trazes a enxada ao ombro...
Sobe comigo a êste píncaro
e olha a manhã brasileira
que nasce, por dentro da serra,
como um punhado de cores
jogado da terra!
 
O meu país
é todo um rútilo tesouro
nas tuas mãos,
e a semente que aqui plantares
será de ouro
no chão de esmeralda.

E terás, sobre o solo bravo,
aberto em flôr,
a sensação, a graça,
de um descobridor!"

Grafia original

A porta de bronze que dá acesso ao obelisco, recebeu a transcrição da:

Lei nº 1801
O Presidente da República
Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Art. 1º - É o poder executivo autorizado a abrir, pelo Ministério da Educação e Saúde, o crédito de Cr$ 1,500.000,00 (um milhão e quinhentos mil cruzeiros), destinado à Comissão Executiva do Monumento ao Imigrante, da cidade de Caxias do Sul, Estado do Rio Grande do Sul, para auxiliar a conclusão das obras do Monumento ao Imigrante, que está sendo erigido sobre a Estrada Federal Rio - Pôrto Alegre, à entrada daquela cidade.

Art. 2º - O empreendimento de que trata o artigo anterior será considerado o MONUMENTO NACIONAL AO IMIGRANTE, homenagem do Povo e do Governo aos bravos pioneiros da colonização do país, reconhecimento da Pátria à colaboração do bom imigrante, terá inscrito no seu pórtico, a seguinte legenda: A NAÇÃO BRASILEIRA AO IMIGRANTE.

Art. 3º - Revogam-se as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, em 2 de janeiro de 1953: 132º da Independência e 65º da República.

Getúlio Vargas

E. Simões Filho

Horácio Lafer
 
A porta apresenta elemento decorativo, na parte inferior: a representação de um ceifador de trigo, cultura que marcou o desenvolvimento econômico regional. o desenho foi moldado e fundido separadamente, recebendo afixação mecânica.

Em 2003, por ação do vandalismo, grande parte deste relevo em bronze foi retirado.

Em 2007, ante ameaça de outros danos, a porta foi retirada e depositada no Museu Municipal.

Foi confiado ao artista plástico Jesiel Bellini, em 2009, a reprodução do ceifador de trigo, a partir de registros fotográficos. A primeira etapa constou da modelagem em massa plástica; a segunda, em gesso. À confecção de cópia em borracha de silicone, seguiu-se a fundição em resina de poliéster e, finalmente acabamento de pintura e película de verniz. A reconstituição permite que as novas gerações apreciem a obra de arte conforme concebida, porém sem mascarar a nova intervenção. Esta diretriz, seguida internacionalmente, considera que os danos causados à memória também integram esta memória. A obra de arte está exposta, agora, no interior do monumento.

Duas placas estão afixadas nas paredes laterais: a que registra conjuntamente o lançamento da pedra fundamental em 28 de fevereiro de 1950 e a inauguração em 28 de fevereiro de 1954: e a que registra a visita do presidente da República Italiana, Giovanni Gronchi, em 13 de setembro de 1956. Ambas receberam tratamento de restauro.

voltar
Logo Codeca
Logo FAS
Logo Festa da Uva
Logo IPAM
Logo Farmácia IPAM
Logo SAMAE
Logo Procon
Logo Hemocs